Wednesday, December 05, 2007

PARA O ZUZA

Almocei hoje com meu irmão Cláudio José Dias Klautau, com sua esposa Maria Luíza Burlamarqui Klautau - um casal onde o amor não dá inveja, dá alegria - com o doutor Hélio Franco e com uma conversa telefônica longa com o doutor Waldyr Mesquita, em Santarém, do alto de sua casa do monte onde se vê o encontro das águas do Tapajós e do Amazonas.
Foram 4 horas regadas ao prazer, com maniçoba da Maninha, um camarão regional maravilhoso, um carangueijo tirado no ponto, uma torta gostosíssima que eu não sei do que era, e uma farofa na manteiga inesquecível.
Ele fez 69 anos. Bela idade.
Doidos são os que se acham normais.

PC: Leiam a história do Zuza no último jornal do Sindicato dos Médicos.

2 Comments:

Blogger Diego Genú Klautau said...

Grande tio Zuza.
Lembro das tardes jogando bola na casa dele, com o Tiago meu primo.
Boas memórias. Daquelas que a gente fica feliz de ter.
Gosto muito do tio Zuza. Gosto dele chegando, dele falando e dele rindo. Lembra alguém, que muito tempo atrás, do baixo dos meus três anos de idade, eu corria para abraçar, escutando minha mãe dizendo: Cuidado com teu avô Diego, ele está frágil!
Beijão, pai. Fiquei muito, muito, mas muito feliz em ler que você esteve com eles.
Toda força.

11:32 AM  
Blogger Diego Genú Klautau said...

Ah, e é verdade que casal onde o amor dá alegria e não inveja é bom de ficar perto! E me dá mais alegria saber que você está com eles. Beijão.

11:44 AM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home