Wednesday, May 09, 2007

CHICO LUXEMBURGO
Wandeley Luxemburgo, ténico campeão paulista pelo Santos, afirmou que não é sócio de Chico Ferreira em nada. O técnico é apontado como sócio do ex-empresário em uma fazenda, em Tucuruí, uma ilha,em Salinas, um time de futebol, em Tucuruí, e uma fundação, em Parauapebas. Luxemburgo disse ao blog do Juca Kfouri "que abandona o futebol caso seja provado contra ele".

NEM UM, NEM OUTRO
Pedindo empréstimo do mote do Quinta Emenda, não é verdade que vão construir o "Juju Móvel" e o "Dudu Móvel".

11 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Viu a entrevista da governadora?
Eu, não.
Que tal?

7:14 PM  
Anonymous Anonymous said...

Ei "seu" AK,

E agora que acharam os corpos, o que tu achas, será que vão continuar investigando ou vai parar por ai?
Jogando pro alto pra ver se alguém agarra: "ouvi dizer que esse crime foi rebarba de dívida de campanha", que achas?
Ass.: Anonymo

7:54 PM  
Anonymous Anonymous said...

isso não tem nada a ver com a matéria, mais que a noticia é boa é!
PORTARIA Nº 2.178/2007-CCG DE 9 DE MAIO DE 2007.

O CHEFE DA CASA CIVIL DA GOVERNADORIA DO ESTADO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo Decreto n.º 2.163, de 6 de abril de 2006,

R E S O L V E:

exonerar, a pedido, MÁRIO FERNANDO TEIXEIRA NERY COSTA do cargo em comissão de Diretor, código GEP-DAS-011.5, lotado na Governadoria do Estado, a contar de 30 de abril de 2007.

REGISTRE-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE

CASA CIVIL DA GOVERNADORIA DO ESTADO, 9 DE MAIO DE 2007.

CHARLES JOHNSON DA SILVA ALCANTARA

Chefe da Casa Civil da Governadoria do Estado

a pessoa acima é o namorado da governadora!
agora o meu voto valeu a pena!
até que enfim ela resolveu reagir as denucias de nepotismo, semana passada ela mandou exonerar o irmão que ere diretor da escola do SUS!

12:56 PM  
Anonymous Anonymous said...

Convênio entre Funtelpa e
TV Liberal deve ser anulado
Da Redação
Agência Pará

O convênio assinado entre a Fundação de Telecomunicações do Pará (Funtelpa) e a TV Liberal deve ser anulado definitivamente nos próximos 30 dias, após a publicação de uma portaria no Diário Oficial do Estado. A conclusão é da comissão administrativa criada para apurar indícios de irregularidades no documento. O relatório final está pronto e foi entregue à presidente da fundação, Regina Lima, para homologação.

O relatório aponta que “houve fraude à licitação e que, portanto, o convênio deve ser rescindido unilateralmente”, isto é, independente da outra parte envolvida.

Pelo acordo, a TV Liberal poderia utilizar 78 canais da Funtelpa para retransmitir a programação da Rede Globo em cidades do Pará. A emissora estatal ainda tinha de pagar, mensalmente, a manutenção de serviços para a TV Liberal. O valor da última fatura - de janeiro -, corrigido pelo IGP, era pouco mais de R$ 461.000,00. Por recomendação da Procuradoria Geral do Estado, o pagamento foi suspenso, no começo do ano.

A comissão criada pela Funtelpa concluiu também que devem ser abertos processos administrativos individualizados contra os ex-gestores Francisco Cezar Nunes da Silva, que assinou o convênio em setembro de 1997; José Nélio Palheta e Ney Emil da conceição Messias, que renovaram o acordo.

“O instrumento foi reiteradamente aditado com as finalidades de reajustar o valor pago à TV Liberal e prorrogar o seu termo final constando, ao todo, 14 termos de aditamento. O último, de 29/12/2006, estendeu o seu prazo até 31/12/2007”, diz o documento.

No entendimento dos membros da comissão que apurou irregularidades no convênio, a TV Liberal também deve responder processo administrativo e a Funtelpa tem de passar a ser "autora da Ação Popular que tramita na 21ª Vara Cível da capital como forma de ressarcir o Estado dos atos lesivos praticados". Segundo a diretoria financeira da estatal, o valor pago à TV Liberal, durante a vigência do convênio, foi um pouco mais de 35 milhões de reais, sem correção monetária.

Outra medida que deve ser tomada é a assinatura, entre a Anatel e a TV Liberal, de um Termo de Devolução das retransmissoras da Funtelpa. Segundo a assessoria jurídica da Fundação, a presidente Regina Lima deve acatar integralmente o resultado do trabalho da comissão de inquérito administrativo.

Irregularidades – Segundo apurou a comissão, o convênio fere a lei de licitação (Lei 8.666/93) quando se verificam “cláusulas que remetem à seara contratual, e nas quais se descortina a execução de um contrato de prestação de serviços remunerados, já que, por força do mesmo, a Funtelpa passou a realizar despesas com pagamento de publicidade e veiculações do governo estadual”.

Em outras palavras, o convênio é fraudulento porque foi firmado entre uma empresa governamental e uma empresa privada com fins lucrativos. Além disso, conforme a assessoria jurídica da Funtelpa, no convênio os interesses têm de ser convergentes e não deve haver cláusulas de pagamento, como havia no acordo com a TV Liberal: “no caso de não pagamento pela Funtelpa do valor previsto na cláusula segunda, a TV Liberal, independente de qualquer aviso prévio ou de notificação, poderá descontinuar o serviço Libsat, e considerar rescindido o convênio”, aponta o acordo.

Convênio e contrato são figuras jurídicas que apresentam pontos em comum, mas que possuem conceitos diferentes e características próprias. Contrato, por exemplo, deve ser feito mediante licitação. Convênio deve ser feito entre órgãos governamentais e ONGs, sem fins lucrativos, e só pode ser prorrogável até cinco anos. Ou seja, o acordo entre a Funtelpa e a TV Liberal nunca foi legal e só trouxe prejuízos aos cofres públicos.

Texto: Evandro Santos – Gabinete da Governadoria


Coordenadoria de Comunicação Social do Governo do Estado
Fone: (91) 3202-0911 e 3202-0912, fax: 3202-0913
E-mail: redacao@agenciapara.com.br

1:13 PM  
Anonymous Anonymous said...

Em relação à exoneração:

Meu caro, meu caro,

No trato com a Viúva, nunca se sai perdendo. O namorado de Juju foi exonerado para aplacar os ânimos de alguns jornalistas. Fique atento agora para a futura portaria de nomeação dele (em qualquer órgão) quando a poeira baixar. Nada se faz para perder.

Em relação ao contrado Funtelpa-Rominho.

Meu caro, meu caro,

No trato com a Viúva, nunca se sai perdendo. Fique atento, pois o que Rominho irá perder com a anulação do contrato, vai ganhar em verba de publicidade. Não se iludam. Não existe ilusão. Só vista cansada.

Ass.: Anoymo

P.S.: Aonde está AK?

3:08 PM  
Anonymous Anonymous said...

Volta, Ak.

9:28 PM  
Blogger ak said...

ak diz.
Como todos são anônimos, um post só. Obrigado pela força. A exoneração do namorado da governadora e o convênio Funtelpa/TV Liberal são finas paredes de gesso pra esconder que o atual governo não fez nada até então.
Afonso Klautau

8:34 AM  
Anonymous Romulo Sampaio said...

Por absoluto bom senso, sou contra o nepotismo desde que seja levado em consideracao o quanto o parente e importante para o servico do Estado.Penso que se alguem tem preparo para ser um(a) Governador(a), vem de uma familia de intelectuais de varias geracoes e, nao estou falando de ser rico nao, estou falando de riqueza cultural (desculpem o que parece arrogancia mas para ser meu governador tem que ser culto e estudado mais do que eu, conhecer o Estado e, sobretudo, nao ser bandido).
Por outro lado, nao vejo a menor justica, moral ,e muito menos etica e consideracao com um paraense que tem como unico "pecado", ser namorado da Governadora.
Pelo que posso afirmar na condicao de ex diretor do Aero Clube do Para , ex diretor da Federacao de Paraquedismo do Para e produtor esportivo internacional, Mario Fernando Teixeira Nery da Costa e um eximio piloto e deveriam os parenses se sentir seguros de ver seu lider ser conduzido com competencia e, por que nao, amor?
O Estado perde um grande profissional por causa da confusao entre o justo e o certo.

11:30 PM  
Blogger ak said...

ak diz.
Romulo, eu sei quem é o cara e todo mundo diz que ele é boa gente e bom profissional. Só que é uma questão de bom senso a governadora recente não nomear o namorado dela pra uma função de comando já que ele nunca foi funcionário do Estado, não é ?

11:31 AM  
Anonymous Romulo Sampaio said...

Entendo e por isso me conformo, em nome do bom senso, mas fica registrado o meu ponto de vista sobre nepotismo.
Por ouro lado, vc e um gentleman ate para concordar discordando e discordar concordando.
Meus cumprimentos e respeito a sua educacao.
Obrigado a voce e a todos pela oportunidade de comentar no blog.

12:22 PM  
Blogger Diego Genú Klautau said...

E nem o Papamóvel precisou dessa desculpa...
Beijão.

5:36 AM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home