Wednesday, April 25, 2007

AONDA O BONDE DO PAULO CAL FOR, EU VOU ATRÁS

O Paulo Cal é uma das melhores figuras que conheço. E figura é muito mais do que pessoa: uma figura é uma pessoa que figura. Quer dizer, é mais, muito mais, do que uma pessoa, é uma figura. As pessoas passam pela história - se não for o Fernado -. as figuras ficam.
E eu estou preocupado com a responsabilidade que lhe passaram: onde o Paulo Cal vai meter o bondinho?
É sério. Conhecendo um pouco a figura, ele deve estar passando as noites, acordado, e os dias, sonhando, pensando nisso.
E resolví fazer um apelo ao público: onde o Paulo Cal vei meter esse bondinho?
Vamos ajudar. A figura merece por tudo de bom que ele fez, e está fazendo, por essa cidade.

23 Comments:

Anonymous José Carlos Lima said...

O Paulo Cal é ótimo.
A Cidade de Belém precisa de pessoas assim, apaixonadas pela sua beleza e pelo seu astral, capazes de cuidar da sua unidade cultural, das suas particularidades e da sua história.
Como diria o Robério: o Paulo Cal é tudo isso.

7:59 AM  
Anonymous Anonymous said...

Bem que gostaria que o Paulo Cal soubesse dividir as coisas, e tratasse o assunto com maior respeito,até porque,houve aplicação de recursos públicos.E se o bondinho ainda não está andando conforme o projeto original,é pela incompetência dessa administração e também para que a administração anterior não seja lembrada.

9:30 AM  
Blogger Diego Genú Klautau said...

as figuras dotô... e que figuras!
Outro dia falava com a Regina Alvez, e novamente pude sentir todo afeto que ela tem por você. Assim como ela, tantas outras pessoas sempre me confirmam a figura que é meu pai.
Abraço.

4:29 AM  
Anonymous Anonymous said...

Parece que a bronca é a motorização. É isso???
Não conseguem fazer andar movido a energia elétrica
E estão tentando converter para diesel???
Se não tiver jeito mesmo. Poderiam usar o bondinho puxado por tratorzinho com palhaços
E gente vestida de Mônica e Cebolinha, com música da Xuxa e gerar emprego, renda
E entretenimento para as crianças nas PRaças da Periferia.

2:53 PM  
Anonymous Anonymous said...

Meu Caro.
Já pensaram no Bond´s Café...
lá mesmoonde ele está?
Um cebtro de referência e informações (apoio) ao turismo?
Ah,claro. O café no bondinho,....

6:44 AM  
Anonymous Anonymous said...

Belém tem jeito. Paulo Cal para prefeito.

9:00 AM  
Anonymous Anonymous said...

Eu sei onde o Paulo Cal pode enfiar esse bonde: No cú do Edmilson! E sem vaselina!

9:02 AM  
Anonymous Anonymous said...

Belém tá precisando de um administrador do Calibre do Paulo Cal. O cara é escroto, fala o que pensa mesmo, doa a quem doer. Culto, inteligente, viajado, é engenheiro, arquiteto e urbanista, grande observador e conhece a fundo os problemas da cidade que ama. Minha sugestão para o bonde:Sai da praça das Mercês segue direto a Santo Antônio/João Alfredo, segue a Pe.Champagnat, dobra na igreja de Sto.Alexandre, desce a ladeira do Castelo, passa pela feira do Açaí, cortorna a praça do Relógio e retoma a João Alfredo até o ponto de partida. Essa solução utilizaria os trilhos já existentes e não atrapalharia o trânsito. (Alessandro Brito-arquiteto)

1:26 PM  
Anonymous Anonymous said...

Taí, gostei da idéia... Paulo Cal prefeito, por que não? Vocês já imaginaram Belém sem camelôs e flanelinhas, a 25 de setembro e alameda do Basa livres e desimpedidas, entre outras melhorias que esse frouxo do Duciomar não faz porque não quer? Vamos lançar a candidatura do homem!

1:33 PM  
Anonymous Anonymous said...

O Paulo Cal é uma figura. Depois de umas biritas, então, não tem quem segure o cara. Com ele,camelô não bota banca. Literalmente. Mas será que ele topa descascar esse abacaxi?

6:10 AM  
Anonymous Anonymous said...

Que tal se voltassem a usar a tração animal ?
Era só colocar uns burros na frente.
Como aqui na terrinha já legalizaram o transporte por motocicleta. Só falta legalizar o "burro sem rabo".
Daí..Pode colocar "a gente" puxando. O Edmilson, e todos seus secretários na frente.

Antonio carlos Monteiro

7:49 AM  
Anonymous Anonymous said...

Paulinho Cal, vais adorar minha sugestão: Transformar o bonde num boteco! Com mesinhas e cadeiras ao redor, música ao vivo e tudo o mais. E aí, vamos tomar uma? -Irandir Barros-

8:03 AM  
Anonymous Anonymous said...

Parabéns ao mestre e amigo Paulo Cal pelo seu aniversário. Pena que o seu presente foi de grego. E do tamanho de um bonde...
(Eliel Silva)

7:47 AM  
Anonymous Anonymous said...

Não duvido que o Paulo Cal resolva mesmo transformar o bonde em boteco. Aliás, ninguém aqui em Belém entende mais de boteco do que ele. Seria o "Bonde 51", e ficaria no Parque da Residência, ao lado do vagão-sorveteria do Barata. E com certeza, o Paulo seria o freguês mais assíduo.

9:02 AM  
Anonymous Anonymous said...

Para quem não sabe, antes de ter energia elétrica, Belém teve bondes puxados por burros. Pois bem, sugiro ao Paulo Cal que coloque o bondinho na rua puxado pelo Edmilson Rodrigues, o grande asno que, pelas suas burrices, merece não só puxar o bonde, mas ser enrabado em praça pública.

9:49 AM  
Anonymous Anonymous said...

Na minha opinião, o Paulo Cal deve guardar o bondinho até a nova Orla de Belém ficar pronta. Aí, sim, seria feita uma pista para ele próxima à margem, onde ele rodaria em velocidade bem reduzida (cerca de 5 km/h), permitindo apreciar a bela paisagem. Uma atração turística a mais.
Klaus Hermann Wirz

12:25 PM  
Anonymous Anonymous said...

Paulo Cal: Por favor, antes de tomar qualquer decisão sobre o bondinho, tome um litro de Caninha 51. Quem sabe assim você tem uma boa idéia!

11:33 AM  
Anonymous Anonymous said...

Gente, vocês viram o Duciomar no "Argumento"? Aquilo é uma anta!!! Um imbecil, um débil mental! Francamente, botar o bonde pra rodar movido a diesel! Mais um agente poluidor nas ruas! Ainda se fosse com biodiesel, tudo bem, mas substituir um mecanismo elétrico, energia limpa e renovável, além de tirar a originalidade do veículo, só demonstra a estupidez e o despreparo do nosso alcaide.Essa foi demais... (Eliel Silva)

1:22 PM  
Anonymous Anonymous said...

Essa novela do bonde já tá irritando. Por que não colocam nele uma mecânica de automóvel e colocam pra rodar como um ônibus comum?
José Tobias

6:47 AM  
Anonymous Anonymous said...

Tá certo que o Duciomar é um despreparado, mas o Edmilson ganha de goleada. Aquilo é um bucéfalo, um quadrúpede, uma autêntica cavalgadura! Ele merece coisa pior do que puxar o bonde: ser arrastado pelo bonde até tirar o couro!
-Luís Diniz

6:50 AM  
Anonymous Anonymous said...

Puta que pariu, a novela desse bonde não acaba nunca! Ai, meu caralho! Que saco! Esse filho da puta do Paulo Cal e esse corno do Duciomar não se decidem a botar essa porra pra rodar ou não. Herança daquele fresco do Edmilson, e que se diz arquiteto. Ora,vai tomar no cú! Incompetente e ladrão, isso sim! Deixou duas bombas: o bonde e aquele elevado bosta que não serve pra nada, e que ainda por cima tem nome de bandido carioca. Lá em Santos (SP), rodam bondes e ônibus elétricos há muitos anos, sem nenhum problema. Só aqui, nesta cidadezinha buceta e provinciana, que dá essa merda toda... (Emanoel Matos)

7:54 AM  
Anonymous Anonymous said...

E finalmente o bonde rodou!! Parabéns, Dudu! Descaracterizado, sem eletricidade, movido a biodiesel... "Pogreço é pogreço", não é? E no final, o Edmilson, com seu sorriso cínico, posando de passageiro ilustre, convidado importante, quando deveria, sim, estar puxando o dito cujo, com toda aquela curriola dentro. E ainda deram o nome do corno do pai dele pra estação. Ô, raça! É por isso que Belém é a merda que é...
(Lúcio Salgado Filho)

2:36 PM  
Anonymous Anonymous said...

Todo esse dramalhão por causa de uma bosta de um bonde... E belém precisando de um metrô de superfície, saneamento, ruas asfaltadas, policiamento, etc... Quando será que vamos ter um prefeito realmente competente, um arquiteto, por exemplo?
-Hélder Pinto - arquiteto

3:27 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home